Clube de ficcionistas – Temporada de Furacões

Um grupo de garotos encontra um corpo em meio a um córrego. Trata-se da temida bruxa de La Matosa. Será que ela é que os teria encontrado? Em um ambiente marcado pela pobreza, machismo, misticismo, preconceito e violência estrutural, o livro Temporada de Furacões (2017), de Fernanda Melchor, será a obra debatida pelo Clube deContinuar lendo “Clube de ficcionistas – Temporada de Furacões”

Café Literário – A Vegetariana

Uma série de sonhos que explicitam a crueldade presente no abate de animais e fazem emergir uma profunda aversão por carne na vida real. Seria um chamado para cumprir uma missão particular? Ou apenas o início de uma insanidade que começava a aflorar? A Vegetariana (2007), de Han Kang, será o próximo livro a serContinuar lendo “Café Literário – A Vegetariana”

Café Literário – O quarto de Giovanni

No meio do século XX, apesar de um processo ainda muito iniciante, começa-se a questionar alguns tabus então vigentes quanto à igualdade de gênero, raça, etnia e sexualidade. No livro O quarto de Giovanni vai ser mais explorado justamente este último. Como a sociedade parisiense reage a um triângulo amoroso diverso? Como lidar com osContinuar lendo “Café Literário – O quarto de Giovanni”

Clube de ficcionistas – Vista Chinesa

Em uma sociedade marcada pelo medo da insegurança e incerteza, o ambiente se torna ainda mais perigoso para as mulheres. A liberdade de ir para onde quiser da forma como preferir não é uma realidade verossímil para o público feminino de uma estrutura notoriamente patriarcal ainda. Existe o medo do julgamento. Existe o medo daContinuar lendo “Clube de ficcionistas – Vista Chinesa”

Café Literário – Eu, Tituba

Em tempos de patriarcado, o destaque da mulher incomoda muita gente. E o destaque da mulher negra incomoda muito mais. Em Eu, Tituba, Maryse Condé nos relata a história de uma jovem negra que ganha o protagonismo em um episódio histórico marcante: a perseguição e julgamento das bruxas de Salém. Agora a parte mais oprimidaContinuar lendo “Café Literário – Eu, Tituba”