Formas de amar

Te causa repulsa Lagarta em uma flor, Borboleta no céu azul a voar de flor em flor. Te faz lembrar dele: Há o amor, Carinho ternura, Metamorfose do CRIADOR. Autor Carlos Antônio Mariano tem formação em Publicidade E. Protec, Desenho mecânico E. Mecking, elétrica e hidráulica. Trabalha atualmente com manutenção predial. Amante da leitura, automaticamenteContinuar lendo “Formas de amar”

Amor de Poeta

O Amor de Poeta É:a luz molhando o fundo do lago,a folha sem caminho que prefere o chão,um príncipe de coração embaralhado,borboletas que convidam para seu sonho,uma piada sem graça no meio da noite,mas também a noite sem graça no meio da piada,um livro abandonado sem dó,as pedras que alimentam um rio,uma mancha em umContinuar lendo “Amor de Poeta”

Jardim de papoulas

Enganam-te os olhos, Pois neles não coube a razão. A beleza de outros olhos Despedaçam-te o coração. Autor Carlos Antônio Mariano tem formação em Publicidade E. Protec, Desenho mecânico E. Mecking, elétrica e hidráulica. Trabalha atualmente com manutenção predial. Amante da leitura, automaticamente passou a escrever. Ler e escrever hoje são duas coisas que nãoContinuar lendo “Jardim de papoulas”

Apaixonar-se

Apaixonei-me por teus olhos cintilantes teus lábios marcantes abraços entusiasmantes tua euforia cativante Apaixonei-me pelo teu cheiro forte que impregnou meus sentidos deixando-me perdida entregue à própria sorte Não obstante retomei o controle abandonando as expectativas de amor para uma vida Enquanto você sem demora embriagava outros corpos tecendo tua mentira como outrora. Autora JeaneContinuar lendo “Apaixonar-se”

O Alvo

Cogitava findo, acabado – no entanto,do início recomeçou:Olhares tímidos, risos sedutores, juras de amor…Era tudo como dantes e sempre; logo desmoronouZerado parecia, mas, novamente, a soma defluía Palavras agradáveis, cafés, bolo e cobertor…O relógio gira, o tempo voa,E continuamos dançando a música que a vida entoa:Por que retroceder, quando podes ir além?A vida é tuaContinuar lendo “O Alvo”

É o bicho!

Os lares brasileiros possuem muito mais cachorros do que crianças. É o que dados levantados pelo IBGE em 2013 e divulgados em 2015 revelaram ao mostrar que, de cada 100 famílias brasileiras, 44 possuíam cães e apenas 36 eram habitadas por crianças de até 12 anos. Se formos considerar a quantidade de gatos, aves eContinuar lendo “É o bicho!”

Lições sobre a Soberba em “O Conto da Aia”

Dos sete pecados capitais, a soberba é considerada a raiz de todos os outros. Enquadra-se aqui a prepotência, arrogância… Achar-se “superior” ao outro e por isso mais “merecedor” de benesses em detrimento dos demais que não são abençoados com suas honoráveis virtudes. Ao acreditar nesse pensamento, a pessoa entende que pode tudo e passa porContinuar lendo “Lições sobre a Soberba em “O Conto da Aia””