Bobagens

Bobagens ditas a esmo
esfacelam dúvidas insólitas.
Paramos no tempo
sufocamos nessa sala
fechada
respiramos as aspirações
um do outro.

Deus e o Diabo duelam.
Seus sabres untados de sangue
têm a mesma envergadura,
lâminas afiadas cortam
a carne dos miseráveis.

A selva de pedra,
as pedras de selva
dentes expostos
famintos
rosnamos pelas migalhas.

Autor

Mário L. Cardinale é capricorniano, natural de Poá, município da Grande São Paulo.

Formado em Farmácia, atualmente embrenha-se no estudo das humanidades, sendo a filosofia, a política, a música e a literatura suas paixões.

É casado, pai de Alice e Gael. O poeta dedica-se à escrita há cinco anos, lançando no final de 2020 uma reunião de seus primeiros poemas intitulada “O Mundo do Poeta”.

Instagram: @mariolcardinale

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: