Quem se arrisca a falar com o Tempo

Dia desses circulava pela rede uma pergunta, algo como: você sente que as pessoas a sua volta fazem muito mais coisas que você? E esse pensamento assim, individualizado, mostrou que na verdade essa é uma questão bem coletiva, porque isso já me passou pela mente e de repente vi muitas pessoas compartilhando a questão. AoContinuar lendo “Quem se arrisca a falar com o Tempo”

Cronos e o apego ao ultrapassado

As células do corpo humano constantemente se renovam. Em média a cada sete anos passamos por fases de vida inteiramente distintas, os chamados setênios. Mas quantas coisas novas você abraçou e quantas coisas velhas abandonou nessas transições? O tempo passa e com ele certas vontades se esvaem e outras surgem. Apegar-se com aquilo que jáContinuar lendo “Cronos e o apego ao ultrapassado”

O discernir da vida

Façamos do tempo o nosso aliado… Sejamos emocionalmente inteligentes para perceber quando o que desejamos não nos convém. Fortes e destemidos para os recomeços, preparados para as más e boas surpresas. Que tenhamos maturidade para entender quando uma relação nos fere mais do que nos cura, e sejamos corajosos para optar pelo melhor para nósContinuar lendo “O discernir da vida”

Você tem tempo para fazer o que lhe é mais importante?

Costuma-se dizer que a maioria dos brasileiros faz tudo em cima da hora. Basta olhar para as filas intermináveis e pedidos acumulados em vésperas de dias comemorativos. Isso porque o presente imaginado a princípio já pode estar com valor muito mais alto nesse momento ou talvez até ter acabado no estoque. Claramente não são todasContinuar lendo “Você tem tempo para fazer o que lhe é mais importante?”